quarta-feira, 23 de março de 2011

"(...)Ele tinha a voz mais suave que se possa imaginar...Era como seda, ou alguma coisa do tipo. Era realmente dificil ser má com um cara que tinha uma voz daquelas. Mas o negócio é que eu precisava ser má. Porque mesmo ao luar eu podia perceber a largura de seus ombros fortes, a abertura em "v" de sua camisa branca e fora da moda, revelando uma pele morena, azeitonada, alguns pelos no peito e provavelmente os abdominais mais bem definidos que você já viu (...)"

 - A Mediadora - Meg Cabot  -  o arcano nove

Nenhum comentário:

Postar um comentário